Dpjo

Avaliação dos Fatores Obstrutivos da Via Aérea Superior em Pacientes com Má Oclusão de Classe II Divisão 1ª de Angle, por Meio da Vídeo-Endoscopia

|Edmilsson Pedro Jorge|Jorge Abrão|Anibal Benedito Batista Arrais Torres de Castro|

Neste trabalho, foram avaliadas as características funcionais em um grupo de 30 pacientes com má oclusão de Classe II divisão 1ª de Angle, do sexo feminino e masculino, com idade média de 17 anos e 01 mês, com dentição permanente, e que não tinham se submetido a tratamento ortodôntico. Nesta amostra, utilizando a vídeo-endoscopia, foi possível determinar os fatores etiológicos e o local da obstrução na via aérea superior de todos os pacientes. Neste estudo, pudemos constatar que: 1) a hipertrofia das conchas nasais estava presente em 100% dos pacientes; 2) 66% dos pacientes apresentavam desvio do septo nasal; 3) os fatores obstrutivos podem ser múltiplos e localizados na bucofaringe, nas cavidades nasais e na nasofaringe; e 4) a hipertrofia da tonsila faringeana teria que ser muito grande para afetar a resistência da via aérea nasal.

Palavras-chave: |Vídeo-endoscopia|Via aérea superior|Má oclusão de classe II divisão 1ª de Angle|Bucofaringe|Cavidades nasais|Nasofaringe|Respiração bucal|Diagnóstico diferencial|

Tuesday, July 16, 2019 09:03