Dpjo

Avaliação das alterações no sorriso após a expansão rápida da maxila

|Ana Paula Morales Cobra de Carvalho|Fernanda Cavicchioli Goldenberg|Fernanda Angelieri|Danilo Furquim Siqueira|Silvana Bommarito|Marco Antonio Scanavini|Lylian Kazumi Kanashiro|

Introdução: esse estudo avaliou as alterações das características do sorriso de pacientes com atresia maxilar submetidos à expansão rápida da maxila (ERM). Métodos: a amostra consistiu de 81 fotografias extrabucais do sorriso máximo de 27 pacientes, com idade média de 10 anos, antes da expansão e aos três e seis meses após a fixação do parafuso expansor. As análises das fotografias foram realizadas por meio do programa Cef X 2001, e as seguintes medidas foram analisadas: dimensão transversal do sorriso, corredores bucais, quantidade de exposição dos incisivos superiores, exposição gengival dos incisivos superiores, altura do sorriso, espessuras dos lábios superior e inferior, simetria e arco do sorriso. As alterações no sorriso durante as diferentes fases foram avaliadas por meio da análise de variância (ANOVA), seguida pelo teste de comparações múltiplas de Bonferroni, com nível de significância de 5%. Resultados: a ERM promoveu aumento estatisticamente significativo da dimensão transversal do sorriso e da quantidade de exposição dos incisivos centrais e laterais superiores; manutenção da simetria entre os lados direito e esquerdo e da falta de paralelismo entre a curvatura das bordas dos incisivos superiores e a do lábio inferior. Conclusão: a ERM beneficiou a estética do sorriso com o aumento da dimensão transversal do sorriso e da quantidade de exposição dos incisivos centrais e laterais superiores.

Palavras-chave: |Ortodontia|Sorriso|Ortodontia interceptora|

Tuesday, December 11, 2018 15:38