Dpjo

Prevalência de mesiodens em pacientes ortodônticos nos estágios de dentição decídua e mista e sua associação com outras anomalias dentárias

Tulio Silva Lara, Melissa Lancia, Omar Gabriel da Silva Filho, Daniela Gamba Garib, Terumi Okada Ozawa

Objetivo: determinar a prevalência de mesiodens nos estágios de dentição decídua e mista, e verificar sua associação com outras anomalias dentárias. Métodos: radiografias panorâmicas de 1.995 pacientes ortodônticos foram analisadas retrospectivamente, obtendo-se uma amostra de 30 pacientes com o mesiodens. Os seguintes aspectos foram analisados: distribuição entre os sexos, número de mesiodens; se irrompido ou não irrompido; posição; complicações; tratamento instituído, e anomalias dentárias associadas. A frequência de anomalias dentárias na amostra estudada foi comparada a valores de referência para a população em geral por meio do teste qui-quadrado (c2), com um nível de significância de 5% (p < 0,05).Resultados: a prevalência de mesiodens foi de 1,5%, sendo mais comum no sexo masculino (1,5:1). A maior parte dos mesiodens estavam não irrompidos (75%) e numa posição vertical, voltada para a cavidade bucal. O tratamento mais empregado foi a exodontia. As principais complicações associadas ao mesiodens foram o atraso na erupção dos incisivos permanentes (34,28%) e diastema mediano (28,57%). Pacientes com mesiodens não apresentaram prevalência aumentada de microdontia, agenesia de dentes permanentes ou outros supranumerários. De todas as anomalias analisadas, apenas a prevalência de agenesia de incisivo lateral superior mostrou-se aumentada em comparação à população em geral.Conclusão: o mesiodens foi encontrado em uma prevalência baixa (1,5%) nas dentições decídua e mista, e não apresentou associação com outras anomalias dentárias, com exceção da agenesia de incisivo lateral superior.

Palavras-chave: Dente supranumerário. Criança. Prevalência.

Tuesday, December 11, 2018 16:43