Dpjo

Decíduos em adultos devem ser mantidos ou não? E as células-tronco, sua preservação é justificável?

Alberto CONSOLARO

Muitos adolescentes e adultos, ao procurar pelo tratamento ortodôntico, apresentam dentes decíduos persistentes. Naturalmente, os dentes decíduos ou se esfoliam na época esperada ou mais tardiamente, de forma inevitável. A apoptose é o gatilho biológico da rizólise. Em adultos, os dentes decíduos não devem ser preservados, pois promovem: infraoclusão, oclusão traumática, trauma oclusal, além de diastemas e má oclusão por discrepância de tamanho e morfologia. O movimento ortodôntico acelera o processo de rizólise, assim como restaurar ou reanatomizar dentes decíduos para inseri-los em uma estética e função. As células dos dentes decíduos estão morrendo por apoptose e seu potencial regenerativo para atuarem como células-tronco tem limitações, ao contrário das células de dentes adultos, que têm maior potencial proliferativo. Todas as terapias com células-tronco ainda são laboratoriais e se enquadram como ensaios investigativos não autorizados.

Palavras-chave: Dentes decíduos. Rizólise. Células-tronco. Movimento ortodôntico. Apoptose.

Como citar: Consolaro A. Should deciduous teeth be preserved in adult patients? How about stem cells? Is it reasonable to preserve them? Dental Press J Orthod. 2016 Mar-Apr;21(2):15-27. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/2177-6709.21.2.015-027.oin

Saturday, June 15, 2024 07:21