Endo

Hábito de prescrição de antibióticos por especialistas em Endodontia

Samuel Henrique Câmara de-bem, Juliane nhata, Luciana Cavali SANTELLO, Rayana Longo BIGHETTI, Antonio Miranda da CRUZ FILHO

Introdução: a proposta do presente estudo foi determinar os hábitos da prescrição de antibióticos por especialistas em Endodontia, no que se refere ao tempo de uso, indicação e produto de primeira escolha. Métodos: um questionário com quatro perguntas foi entregue a 105 endodontistas do estado de São Paulo. Os resultados foram tabulados e comparados estatisticamente. Resultados: do montante dos entrevistados, 48,5% eram do sexo masculino e 51,5% do feminino. A amoxicilina foi o antibiótico de primeira escolha para 84,7% dos profissionais. No caso de pacientes alérgicos à penicilina, 47,6% dos entrevistados utilizam clindamicina e 42,8%, azitromicina. A grande maioria (79%) recomenda a administração do antibiótico por um período de 5 a 7 dias. Cerca de um terço dos entrevistados indica de forma inadequada a antibioticoterapia. Conclusão: a maior parte dos profissionais soube selecionar corretamente o antibiótico para pacientes alérgicos ou não à penicilina, assim como o tempo de administração. No entanto, ainda há profissionais que empregam inapropriadamente a antibioticoterapia, o que favorece a resistência bacteriana.

Palavras-chave: Antibioticoterapia. Endodontia. Resistência bacteriana.

Como citar: De-Bem SHC, Nhata J, Santello LC, Bighetti RL, CruzFilhoAM. Antibiotic prescription behavior of specialists in endodontics. Dental Press Endod. 2011 Oct-Dec;1(3):88-93.

Tuesday, September 19, 2017 19:17