Endo

Avaliação da infiltração marginal de três cimentos endodônticos após preparo para retentor de acordo com o momento do preparo

Eloi DEZAN JUNIOR, Guilherme Garcetti RIBEIRO, Rogério de Castilho JACINTO, Mauro Juvenal NERY, José Arlindo OTOBONI FILHO, João Eduardo GOMES FILHO, Luciano Tavares Angelo CINTRA

Objetivo: o objetivo desse estudo in vitro foi avaliar a infiltração marginal coronária após o preparo para retentor em dentes obturados com três diferentes cimentos, de acordo com o período entre a obturação do canal radicular e o preparo para retentor. Métodos: Noventa dentes humanos recentemente extraídos foram limpos e instrumentados e, então, obturados com Sealapex, Endométhasone ou TopSeal. Brocas Gates-Glidden foram utilizadas para o preparo imediato de 10 dentes de cada cimento até manter 5mm de obturação remanescente. Sessenta raízes obturadas foram incubadas a 37°C em meio úmido por 30 e 60 dias para serem, depois, preparadas para os retentores como descrito anteriormente. A superfície externa de cada raiz foi coberta com Araldite. Os espécimes foram imersos em corante azul de metileno a 2% sob vácuo por 24h, para então poderem ser analisados. A infiltração foi mensurada pelo software Sigma Scan da parte superior da obturação à porção apical alcançada pelo corante. Resultado: o Sealapex e o TopSeal apresentaram menor infiltração após o preparo para retentor do que o Endométhasone. O preparo imediato para o retentor apresentou menor infiltração do que o preparo para o retentor após 30 e 60 dias da obturação do canal radicular.

Palavras-chave: Microinfiltração marginal. Preparo para retentor.

Como citar: Dezan Junior E, Ribeiro GG, Jacinto RC, Nery MJ, Otoboni Filho JA, Gomes Filho JE, Cintra LTA. Marginal leakage evaluation of three endodontic sealers according to the moment of post preparation. Dental Press Endod. 2012 Apr-June;2(2):37-41.

Tuesday, November 21, 2017 10:00