Endo

Avaliação do EDTA, vinagre de maçã e SmearClear, com e sem ativação ultrassônica, na remoção da smear layer em diferentes níveis do canal radicular

Clarissa Teles Rodrigues, Norberti Bernardineli, Marco Antonio Hungaro Duarte, Clovis Monteiro Bramante, Flaviana Bombarda de Andrade

Objetivo: avaliar, in vitro, a eficácia do EDTA, do vinagre de maçã e do SmearClear, com e sem ativação ultrassônica, na remoção da smear layer. Métodos: setenta caninos extraídos foram aleatoriamente divididos em oito grupos e preparados utilizando-se instrumentos ProTaper. O protocolo de irrigação final utilizado foi: Grupo 1 (controle) (SF) e Grupo 2 (controle) (SFUS) – soro fisiológico por 3 minutos, sem e com ultrassom, respectivamente; Grupo 3 (EDTA) e Grupo 4 (EDTAUS) – EDTA a 17% por 3 minutos, sem e com ultrassom, respectivamente; Grupo 5 (VM) e Grupo 6 (VMUS) – vinagre de maçã por 3 minutos, sem e com ultrassom, respectivamente; Grupo 7 (SC) e Grupo 8 (SCUS) – SmearClear por 1 minuto, sem e com ultrassom, respectivamente. Os espécimes foram examinados por meio de microscópio eletrônico de varredura e foram atribuídos escores para a remoção da smear layer nos terços cervical, médio e apical. Resultados: a remoção de smear layer foi mais eficiente quando o EDTA a 17% e o SmearClear foram utilizados. O ultrassom não promoveu uma maior remoção de smear layer que fosse estatisticamente significativa em todos os grupos. Os piores resultados foram observados no terço apical do canal radicular, com diferença estatisticamente significativa entre o terço cervical em todos os irrigantes utilizados.

Palavras-chave: Camada de esfregaço. Quelantes. Ultrassom.

Como citar: Rodrigues CT, Bernardineli N, Duarte MAH, Bramante CM, Andrade FB. Evaluation of EDTA, apple vinegar and SmearClear with and without ultrasonic activation on smear layer removal in different root canal levels. Dental Press Endod. 2013 Jan-Apr;3(1):43-8.

Tuesday, September 19, 2017 19:37