Endo

Avaliação da resposta ao teste de sensibilidade pulpar ao frio em dentes portadores de lesões cervicais não cariosas

Camile Dias Bevilaqua, Matheus Souza, Fabiana Zanette, Doglas Cecchin, Ana Paula Farina

Objetivo: avaliar a resposta do teste de sensibilidade ao frio em dentes que apresentam perda de estrutura por lesões cervicais não cariosas. Métodos: foram selecionados 18 pacientes atendidos nas disciplinas de Clínica Integrada da Faculdade de Odontologia da Universidade de Passo Fundo. Desses pacientes, foram analisados quarenta dentes monorradiculares (caninos e pré-molares) que preencheram os critérios de inclusão, sendo divididos em dois grupos: G1, composto por 20 dentes portadores de lesões cervicais não cariosas; G2 (controle), composto por 20 dentes sem perda de estrutura. Os pacientes foram orientados em relação ao nível de dor, seguindo uma escala visual analógica que classificava a resposta dolorosa em leve, moderada e severa. A partir das informações obtidas, os dados foram analisados estatisticamente pelo teste não-paramétrico de Kolmogorov-Smirnov ao nível de significância de 5%. Resultados: os resultados do presente estudo não demonstraram diferença estatisticamente significativa entre os dois grupos testados no que diz respeito à resposta aos testes de vitalidade pulpar (p < 0,05). Conclusão: de acordo com as limitações do presente estudo, foi concluído que os dentes com lesões cervicais não cariosas apresentaram diferentes níveis de respostas aos testes, o que sugere que dentes com perda de estrutura por essas lesões podem ou não apresentar sensibilidade pulpar.

Palavras-chave: Abrasão dentária. Erosão dentária. Polpa dentária. Teste da polpa dentária.

Como citar: Bevilaqua CD, Souza M, Zanette F, Cecchin D, Farina AP. Evaluation of response to pulp sensitivity test with cold in teeth with non-carious cervical lesion. Dental Press Endod. 2013 Jan-Apr;3(1):84-7.

Tuesday, September 19, 2017 19:36