Endo

Morfologia do terço apical da raiz e dos canais de dentes com hipercementose

Liliana Aparecida Pimenta de Barros, Bethânia Camargo Pinheiro, Rogério Albuquerque Azeredo, Alberto Consolaro, Tiago Novaes Pinheiro

Objetivo: esse estudo tem o objetivo de estudar a influência da hipercementose na morfologia radicular e dos canais radiculares, utilizando diferentes métodos de observação: diafanização, radiográfico, estereomicroscopia e microscopia óptica. Métodos: foram selecionados 130 dentes para avaliação morfológica comparativa. Entre esses, 60 dentes com hipercementose e 30 sem foram selecionados para avaliação pela técnica de diafanização. A avaliação foi baseada em aspectos como tipo de hipercementose, número de canais radiculares e configuração, superfície radicular e presença de forame apical e de deltas apicais. Os 20 dentes com hipercementose remanescente foram comparados microscopicamente a 20 dentes com formação radicular normal utilizando a técnica de coloração de hematoxilina e eosina (H.E.), a fim de estudar o padrão de deposição de cemento e aspectos morfológicos do canal radicular. A avaliação foi realizada por dois examinadores e submetida ao teste kappa de concordância. Os dados obtidos foram comparados por meio do teste de Kruskal-Wallis de análise de variância, e o teste de Dunn foi utilizado para comparações individuais. Resultados: o exame com a diafanização demonstrou uma frequência maior de hipercementose do tipo clava (65%), seguido de hipercementose focal (35%). Dentes com hipercementose apresentaram aumento significativo da presença de deltas apicais (53,3%). Uma frequência maior de constrições do canal radicular (55%) e modificações no trajeto do canal radicular (46,6%) também foram observados. A avaliação microscópica fundamenta a influência da hipercementose nas características morfológicas do terço apical radicular de um dente com hipercementose, o que pode prejudicar o tratamento endodôntico.

Palavras-chave: Hipercementose. Cavidade pulpar. Endodontia.

Como citar: Barros LAP, Pinheiro BC, Azeredo RA, Consolaro A, Pinheiro TN. Root apical third and canal morphology of teeth with hypercementosis. Dental Press Endod. 2013 Sept-Dec;3(3):23-31.

Wednesday, April 21, 2021 01:58