Endo

Incidência de dor pós-operatória após instrumentação do canal cementário em canais com necrose pulpar

Ronaldo Araújo Souza, João da Costa Pinto Dantas; Lucélia Maísa Silveira Mendes, Suely Colombo, Maurício Lago, Marco Antônio Húngaro, Jesus Djalma Pécora

Introdução: tem sido sugerida a instrumentação do canal cementário em casos de necrose pulpar; porém, a possibilidade de aumento de incidência de dor pós-operatória ainda é motivo de polêmica. Métodos: após tratamento endodôntico com instrumentação do canal cementário de 90 canais com necrose pulpar, avaliou-se a dor pós-operatória por meio de uma escala visual analógica, e os dados obtidos foram analisados pelo teste qui-quadrado, com nível de significância de 5%. Resultados: os resultados mostraram ausência de dor em 86 (95,5%) tratamentos, e presença de dor leve em 4 (4,5%) casos, com diferença estatisticamente significativa (p < 0,05). Conclusão: conclui-se que a incidência de dor pós-operatória após a instrumentação do canal cementário no tratamento endodôntico de canais com necrose pulpar é muito baixa, e que, quando ocorre, é de intensidade leve.

Palavras-chave: Instrumentação do canal. Canal cementário. Dor pós-operatória.

Como citar: Souza RA, Dantas JCP, Mendes LMS, Colombo S, Lago M, Húngaro MA, Pécora JD. Incidence of postoperative pain after instrumen- tation of the cemental canal in teeth with necrotic pulp. Dental Press Endod. 2014 May-Aug;4(2):52-5. DOI: http://dx.doi.org/10.14436/2178-3713.4.2.052-055.oar

Friday, November 24, 2017 22:24