Endo

Sugestão de um novo protocolo terapêutico para dentes permanentes com ápices não completamente formados, acometidos por luxação lateral

Jefferson J. C. Marion, Lucimara Spolladore Felippe, Camila Bacco Vilela, Juliana Yuri Nagata, Thiago Farias R. Lima, Adriana de Jesus Soares

O presente estudo tem por finalidade apresentar o relato de um caso clínico de um dente permanente, com rizogênese incompleta, acometido por luxação lateral, tratado endodonticamente por meio de: protocolo terapêutico que associa hidróxido de cálcio, clorexidina gel a 2% e óxido de zinco (na proporção de 2:1:2) como medicação intracanal, sem necessidade de substituições. A medicação normalmente utilizada no tratamento convencional de apicificação prevê trocas frequentes da pasta de hidróxido de cálcio agregado a um veículo aquoso, viscoso ou oleoso. Para a medicação proposta neste artigo, a renovação da pasta não se fez necessária. Os autores concluíram que este protocolo é eficaz para tratamento de dente permanente com ápice aberto, pois obteve-se a manutenção do elemento dentário na cavidade bucal, cumprindo suas funções estéticas e mastigatórias, com uma diminuição no custo do tratamento e nas etapas do atendimento.

Palavras-chave: Luxação lateral. Endodontia. Clorexidina. Hidróxido de cálcio.

Como citar: Marion JJC, Felippe LS, Vilela CB, Nagata JY, Lima TFR, Soares AJ. Suggesting a new therapeutic protocol for permanent teeth with incomplete root apex and lateral luxation: A case report. Dental Press Endod. 2014 May-Aug;4(2):56-61. DOI: http://dx.doi.org/10.14436/2178-3713.4.2.056-061.oar

Friday, November 24, 2017 22:22