Endo

Importância do diagnóstico de reabsorção cervical invasiva

Marilúcia Zugno Kulczynki, Fernando Zugno Kulczynski, Fernando Antonio da Silva Rabaldo, Michele Machado Vidor, Mariana Boessio Vizzotto

A reabsorção radicular é definida como a perda de tecidos duros dentários como resultado de atividade clástica, podendo ser fisiológica ou patológica. Reabsorção cervical invasiva é o termo clínico usado para descrever uma forma patológica, relativamente incomum, insidiosa e agressiva de reabsorção externa do dente, que pode ser assintomática e ocorrer em qualquer dente da dentição permanente, sendo, frequentemente, não diagnosticada. Normalmente, é um achado casual, encontrado quando da solicitação de uma radiografia de rotina ou na documentação ortodôntica inicial. Esse trabalho apresenta um relato de caso clínico, onde o diagnóstico foi de reabsorção cervical invasiva, com o objetivo de conscientizar os profissionais da ocorrência desse tipo de lesão e destacar a importância do diagnóstico precoce pelos dentistas clínicos, radiologistas, odontopediatras e ortodontistas, que frequentemente são os primeiros profissionais a se deparar com estas imagens. O tratamento dependerá do estado de desenvolvimento da lesão, se inicial, normalmente possibilitará tratamento conservador; já em casos avançados, será radical como a extração dentária, ou seja, a severidade da lesão indicará a conduta de tratamento.

Palavras-chave: Diagnóstico. Radiografia. Endodontia.

Como citar: Kulczynki MZ, Kulczynski FZ, Rabaldo FAS, Vidor MM, Vizzotto MB. Importance of diagnosing invasive cervical resorption. Dental Press Endod. 2014 May-Aug;4(2):62-8. DOI: http://dx.doi.org/10.14436/2178-3713.4.2.062-068.oar

Friday, November 24, 2017 22:21