Endo

Ausência de correlação entre a densidade radiográica da obturação e sua capacidade seladora

Ricardo Machado, Eduardo Donato Eing Engelke Back, Luiz Fernando Tomazinho, Emmanuel João Nogueira Leal Silva ,Ulisses Xavier da Silva Neto, Erick Miranda Souza, Luiz Pascoal Vasan

Objetivo: o objetivo deste estudo foi avaliar a existência de correlação entre a densidade radiográfica das obturações e sua capacidade de selamento. Material: foram selecionados para esta pesquisa 56 incisivos inferiores com canais únicos e retos, completa formação radicular e sem complexidades anatômicas. Essas características foram observadas visualmente e radiograficamente. Todos os espécimes foram instrumentados utilizando o sistema Profile 04 até o instrumento 35 seguindo o mesmo protocolo de irrigação. As obturações foram executadas pela técnica de condensação lateral e cimento AH Plus. Em seguida, foram feitas radiografias no sentido mesiodistal para análise da densidade radiográfica das obturações pela mensuração de espaços vazios utilizando o software Axiovision. Resultados: As médias e os desvios-padrão foram de 0,311 ± 0,215μL/min e 7,97 ± 3,93% para a infiltração e a porcentagem de espaços vazios nas obturações, respectivamente. Conclusões: de acordo com os resultados deste estudo, nenhuma correlação foi encontrada entre e porcentagem de espaços visíveis radiograficamente e a capacidade de selamento das obturações (p = 0,587).

Palavras-chave: Endodontia. Cimentos dentários. Infiltração dentária.

Como citar: Machado R, Back EDEE, Tomazinho LF, Silva EJNL, Silva Neto UX, Souza EM, Vansan LP. Lack of correlation between radiographic density of illing and its sealing capacity. Dental Press Endod. 2014 Sept-Dec;4(3):42-6. DOI: http://dx.doi.org/10.14436/2178-3713.4.3.042-046.oar

Tuesday, November 21, 2017 09:49