Endo

Avulsão e luxação intrusiva em dentes decíduos: relato de caso

Jéssica Behrens Crispim, Nair Narumi Orita Pavan, Carlos Alberto Herrero De Morais, Maria Gisette Arias Provenzano e Marcos Sergio Endo

Introdução: a ocorrência de traumatismos durante a infância é elevada, aproximadamente um terço das crianças em fase de dentição decídua sofre traumatismo bucal. O correto tratamento do traumatismo dentário na fase de dentição decídua evita que a criança sinta dor e que o germe do dente sucessor seja afetado. Relato do caso: criança com 5 anos procurou atendimento no Centro Especializado Maringaense de Traumatismo em Odontologia, da Universidade Estadual de Maringá, três dias após a injúria traumática que ocasionou a intrusão severa do dente #62 e avulsão do #61. Após quatro meses, observou-se o irrompimento espontâneo completo do dente intruído. Em relação à avulsão do dente #61, optou-se por não realizar o reimplante, para não injuriar o germe do permanente, e aguardar sua erupção. Em relação ao dente #62, optou-se por aguardar sua erupção espontânea, monitorando-o periodicamente, por meio de exames clínico e radiográfico, até a completa erupção. Conclusão: o conhecimento sobre a conduta clínica em dentes decíduos frente a traumatismos de grande complexidade é indispensável na escolha correta do tratamento, e para evitar possíveis sequelas no germe do dente permanente.

Palavras-chave: Avulsão dentária. Dente decíduo. Endodontia

Como citar: Crispim JB, Pavan NNO, Morais CAH, Provenzano MGA, Endo MS. Avulsion and intrusive luxation in deciduous teeth: a case report. Dental Press Endod. 2016 Jan-Apr;6(1):56-61. DOI: http://dx.doi.org/10.14436/2358-2545.6.1.056-061.cre

Friday, November 24, 2017 00:11