Endo

Análise da organização dos níveis de atenção em saúde bucal e a sua influência no sucesso da terapia endodôntica

Myrna Maria Arcanjo Frota, Liziane Vasconcelos Carneiro, Luciana Maria Arcanjo Frota, Suyane Maria Luna Cruz, Bruno Carvalho de Vasconcelos.

Introdução: a qualidade da restauração coronária exerce papel importante sobre o sucesso do tratamento endodôntico. Objetivo: o presente estudo objetivou analisar a presença e a qualidade de restaurações coronárias (RC), realizadas em pacientes submetidos a tratamento endodôntico (TE) em um Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), a sua possível correlação com o sucesso endodôntico e a efetivação da assistência prestada aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil. Métodos: foram avaliados todos os pacientes que concluíram o TE há pelo menos seis meses em um CEO do Nordeste brasileiro entre os meses de junho e dezembro de 2013. Foram investigadas a presença/ausência de RC e sua qualidade, bem como a presença/ausência de sintomatologia. Resultados: dos 108 dentes avaliados, 32,4% foram encontrados sem restauração definitiva, dos quais 10,2% não apresentavam nenhuma RC. Em relação à sintomatologia, estava presente em 15,7%, dos quais 58,9% estavam sem RC final ou essa era inadequada. Os melhores resultados obtidos para o sucesso da terapia endodôntica, independente da qualidade do TE, foram na presença da RC ao exame clínico (p < 0,05). A combinação de RC inadequada e TE adequado obteve 58,33% de sucesso, sem tendência estatística para qualquer resultado (p < 0,05). Os piores resultados foram encontrados com a combinação de RC inadequada ou ausente e TE inadequado. Conclusão: nas condições desse estudo, foi possível concluir que a maioria dos TE realizados permaneceu sem a RC adequada, mesmo seis meses após a sua conclusão; e que a presença/qualidade das RCs contribuiu significativamente para o sucesso da terapia.

Palavras-chave: Saúde pública. Restauração dentária permanente. Endodontia.

Como citar: Frota MMA, Carneiro LV, Frota LMA, Cruz SML, Vasconcelos BC. Organization’s analysis of levels of oral health care and their influence on the success of endodontic therapy. Dental Press Endod. 2017 Jan-Apr;7(1):43-9. DOI: http://dx.doi.org/10.14436/2358-2545.7.1.043-049.oar

Sunday, September 24, 2017 21:51