Endo

Avaliação da morfologia interna de terceiros molares usando quatro métodos diferentes

Humberto Ramah Menezes de Matos, Suyane Parente Leite, Flavia Maria Noronha Nigri, Luanni Belmino Mastroianni, Aldo Angelim-Dias

Esse estudo avaliou a quantidade e configuração dos canais radiculares em terceiros molares superiores e inferiores, por meio de quatro métodos (radiográfico, macroscópico, microscópico e cortes seriados). Foram selecionados 100 terceiros molares, sendo adotados como critérios de exclusão: dentes com coroa totalmente destruída por cárie, rizogênese incompleta, reabsorção radicular ou fraturas; foram incluídos dentes hígidos ou com pequenas restaurações. As amostras foram divididas em dois grupos (GS e GI), compostos com terceiros molares superiores (n = 50) e inferiores (n = 50), respectivamente, os quais foram, posteriormente, avaliados por meio dos métodos radiográfico, macroscópico, microscópico e de cortes seriados. Houve maior prevalência de três canais (68,7% no Grupo S, e 65,3% no Grupo I). Predominou a configuração de canais circulares (64,9% no Grupo S, e 51,3% no Grupo I), seguida dos achatados (27,6% no Grupo S, e 38% no Grupo I) e ovais (7,4% no Grupo S, e 7% no Grupo I). De acordo com os resultados obtidos e por meio dos métodos utilizados nesse trabalho, conclui-se que os terceiros molares apresentam grande variação em sua morfologia interna, sendo fundamental conhecê-la e dominá-la, quando o tratamento endodôntico é indicado.

Palavras-chave: Dente molar. Cavidade pulpar. Anatomia. Endodontia.

Como citar: Matos HRM, Leite SP, Nigri FMN, Mastroianni LB, Angelim- Dias A. Evaluation of internal morphology in third molars using four different methods. Dental Press Endod. 2017 Jan-Apr;7(1):8-13. DOI: http://dx.doi.org/10.14436/2358-2545.7.1.008-013.oar

Friday, November 24, 2017 22:24