Endo

Efetividade do ácido peracético na desinfecção rápida de cones de guta-percha e de Resilon expostos ao Enterococcus faecalis

Renata Ximenes Lins, Marilia Fagury Videira Marceliano-Alves, Bruna Bernini Lind, Shirley Souza Pinto, Raphael Hirata Júnior.

Objetivo: o objetivo desse trabalho foi verificar a efetividade do ácido peracético a 2% na descontaminação rápida de cones de guta-percha e de Resilon, comparado ao hipoclorito de sódio e à clorexidina. Métodos: os cones de guta-percha e Resilon foram imersos por cinco minutos para contaminação em suspensão de Enterococcus faecalis, e divididos em grupos (n = 10): ácido peracético a 2% (um e três minutos); NaOCl a 5,25% (um e três minutos); clorexidina a 2% (um e três minutos). Após a realização dos protocolos em teste, os cones foram transferidos para tubos de ensaio contendo meio Enterococcosel® e, então, foram mantidos em estufa a 37º por 48 horas. Após o período de observação, os tubos foram avaliados e os que apresentam turvação do meio foram consideradas positivos. Resultados: os resultados demonstraram que o ácido peracético a 2% parece ser efetivo para a descontaminação de ambos os tipos de cone, de forma alternativa ao NaOCl a 5,25%, enquanto a clorexidina a 2% apresentou menor efetividade (p < 0,05). Conclusão: Ambas as soluções, ácido peracético a 2% e NaOCl a 5,25%, foram efetivas na descontaminação de cones de guta-percha ou de Resilon nos tempos testados.

Palavras-chave: Descontaminação. Enterococcus faecalis. Guta-percha.

Como citar: Lins RX, Marceliano-Alves MFV, Lind BB, Pinto SS, Hirata Júnior R. Effectiveness of peracetic acid in rapid disinfection of gutta-percha and Resilon cones exposed to Enterococcus faecalis. Dental Press Endod. 2017 Jan-Apr;7(1):85-91. DOI: http://dx.doi.org/10.14436/2358-2545.7.1.085-091.oar

Friday, November 24, 2017 22:21