Jbcoms

Tratamento conservador de fratura de mandíbula em paciente com osteorradionecrose

Rubens Cardozo de Castro Junior, Mariana Quirino Silveira Soares, Paulo Sergio da Silva Santos, Cassia Maria Fischer Rubira, Eduardo Sant’ana

A osteorradionecrose (ORN) nos ossos gnáticos em pacientes submetidos ao tratamento radioterápico na região de cabeça e pescoço é uma complicação séria e grave. A diminuição da vascularização do osso, presença de fístulas cutâneas, trismo, odinofagia e disfagia são características da ORN. Paciente do sexo masculino, 80 anos de idade, tratado de câncer de cabeça e pescoço, com diagnóstico de ORN na mandíbula e limitação da abertura bucal, devido à fibrose da musculatura cervical e mastigatória, com diabetes e hipertensão descompensadas, além de persistência de hábitos de ingestão alcoólica e tabagismo diário. O paciente sofreu trauma mandibular devido a uma queda, resultando em fratura na região de corpo sem deslocamento, com presença de fístula extrabucal com supuração. Devido à saúde geral debilitada, o paciente foi submetido a tratamento conservador da fratura mandibular e do processo infeccioso, por meio da terapia antibiótica, cuidados locais e orientações quanto aos hábitos alimentares e cuidados gerais de saúde. O cirurgião-dentista tem a opção de considerar o manejo conservador para resolução dos casos de fraturas decorrentes de ORN, uma vez que o manejo cirúrgico radical muitas vezes é limitado diante da condição sistêmica muito comprometida.

Palavras-chave: Fraturas mandibulares. Osteorradionecrose. Alcoolismo. Idoso. Terapêutica.

Como citar: Castro Junior RC, Soares MQS, Santos PSS, Rubira CMF, Sant’Ana E. Tratamento conservador de fratura de mandíbula em paciente com osteorradionecrose. J Braz Coll Oral Maxillofac Surg. 2017 maio-ago;3(2):25-30. DOI: https://doi.org/10.14436/2358-2782.3.2.025-030.oar

Sunday, September 24, 2017 07:23