Jcdr

Devolvendo estética de dente posterior por meio de restauração em técnica incremental oblíqua com compósito de baixa contração

|Boniek Castillo Dutra Borges|Alex José Souza dos Santos|Isauremi Vieira de Assunção Pinheiro|

Introdução: a grande exigência estética por parte dos pacientes tem motivado a busca de materiais que possam mimetizar a cor natural das estruturas dentárias com maior longevidade clínica, inclusive em dentes posteriores. O uso de um compósito de baixa contração de polimerização, e consequentemente menor quantidade de tensões geradas, poderia proporcionar uma maior longevidade do conjunto restaurado. Tradicionalmente, recomenda-se a inserção desse compósito em incrementos unindo paredes opostas. Objetivo: o presente trabalho objetiva relatar um caso clínico onde um molar posterior foi reconstruído utilizando-se esse tipo de material em incrementos sem união de paredes opostas durante o preenchimento da cavidade; além de discutir as vantagens da utilização desse tipo de técnica. Relato do caso: após diagnóstico clínico e radiográfico, realizou-se o tratamento restaurador no elemento 26. O amálgama preexistente, bem como a dentina infectada, em toda a cavidade, foram removidos, executando-se, em seguida, o processo de hibridização com o Sistema Adesivo Silorano, após condicionamento ácido seletivo do esmalte cavossuperficial. Posteriormente, incrementos do compósito Filtek P90 de, aproximadamente, 2mm, correspondentes à dentina e ao esmalte do elemento, foram inseridos e polimerizados separadamente. Finalmente, fez-se a checagem e o ajuste dos contatos oclusais. Conclusão: apesar da possibilidade de se inserir incrementos do compósito P90 unindo as paredes cavitárias, a técnica apresentada nesse caso pode ser utilizada na clínica, com a vantagem da fácil escultura e, provavelmente, ainda menor geração de tensões pela contração do material.

Palavras-chave: |Estética|Adesivos dentinários|Dente molar|

Tuesday, October 17, 2017 16:52