Jcdr

Laserterapia de baixa intensidade no tratamento da hipersensibilidade dentinária causada por lesões de abfração

Alexandre Marques de Resende, Lara Gouvêa Almeida Martins, Mariele Ferraz de Oliveira

Introdução: esse estudo se propôs a avaliar a eficácia do laser de baixa intensidade em pacientes diagnosticados com hipersensibilidade dentinária causada por lesões não-cariosas de abfração, em comparação com o tratamento convencional com um agente dessensibilizante à base de nitrato de potássio e fluoreto de sódio e um grupo placebo. Métodos: foram selecionados 60 dentes, divididos aleatoriamente em três grupos. No grupo A, as lesões foram tratadas com laser infravermelho de baixa intensidade, ajustado com dose de 1,6J e potência de 100mW. Foram realizadas duas aplicações semanais, com intervalos de 48h entre elas, por duas semanas. O grupo B foi submetido a uma única aplicação semanal por três semanas com Desensibilize KF 2%. Já no grupo C (placebo), apenas uma bolinha de algodão foi colocada sobre a lesão de abfração por 30s, com uma aplicação semanal por três semanas. A sensibilidade foi mensurada adotando-se uma escala de dor variando de 0 a 3. Resultados: os resultados mostraram redução estatisticamente significativa da sensibilidade antes e após cada tratamento, porém, comparando-se os três tratamentos, não houve diferença significativa entre eles. Conclusão: não houve diferença estatisticamente significativa entre os três diferentes tratamentos testados. Quando comparados antes e depois, todos os tratamentos foram estatisticamente eficientes.

Palavras-chave: Sensibilidade da dentina. Terapia a laser de baixa intensidade. Dessensibilizantes dentinários.

Saturday, June 23, 2018 03:12