Dpjo

Resistência ao cisalhamento de braquetes metálicos utilizando sistema adesivo autocondicionante

|Camilo Aquino Melgaço|Graciele Guerra de Andrade|Mônica Tirre de Souza Araújo|Lincoln Issamu Nojima|

Objetivo: avaliar a resistência ao cisalhamento de braquetes metálicos colados com sistema autocondicionante utilizado imediatamente e após 2, 5 e 9 dias depois da ativação e armazenagem. Métodos: utilizaram-se 64 dentes bovinos divididos igualmente em quatro grupos e devidamente preparados para receber a colagem dos braquetes. Em T1, realizou-se a ativação de 7 blisters de adesivos autocondicionantes (de acordo com as normas do fabricante) e procedeu-se à colagem imediata apenas dos braquetes do grupo I. Os adesivos ativados foram, então, armazenados à temperatura de 4ºC e reutilizados em períodos de 2 dias (T2), 5 dias (T3) e 9 dias (T4) para a colagem dos braquetes dos grupos II, III e IV, respectivamente. Resultados: não se observou diferença estatística quando comparados os valores médios de tensão para resistência ao cisalhamento entre os grupos I, II e III. Entretanto, diferença estatística foi encontrada quando esses valores foram comparados aos do grupo IV. Conclusão: o armazenamento do adesivo autocondicionante depois de ativado, à temperatura média de 4ºC, por até 5 dias, parece não afetar os resultados quanto às tensões de resistência ao cisalhamento; novos estudos são necessários para avaliação das demais características do material quando de sua utilização por período de tempo prolongado após sua ativação.

Palavras-chave: |Cisalhamento|Adesivo autocondicionante|Esmalte bovino|Colagem|

Thursday, December 12, 2019 10:23