Endo

Influência do comprimento de trabalho na extrusão de detritos e hipoclorito de sódio

Bruna Satye Dourado Watanabe, Bruno Vila Nova de Almeida, Roberta Fonseca de Castro, Juliana Melo da Silva Brandão, Luciana Jorge Moraes Silva

Objetivo: o objetivo deste estudo foi avaliar a quantidade de detritos e hipoclorito de sódio extruídos apicalmente quando três diferentes comprimentos de trabalho foram utilizados para o preparo do canal. Métodos: utilizou-se trinta dentes unirradiculares, e o sistema rotatório ProTaper foi usado para o preparo do canal radicular. Os dentes foram divididos aleatoriamente em três grupos experimentais (n = 10): G1) instrumentação 1 mm aquém do forame principal; G2) instrumentação no limite do forame apical; e G3) instrumentação 1 mm além do forame. Todos os grupos foram irrigados com 20 ml de hipoclorito de sódio a 1%. O irrigante extruído através do forame apical durante preparo do canal foi coletado em tubos Eppendorf pré-pesados. Resultados: os dados foram analisados utilizando testes de Kruskal-Wallis e Dunn. O G1 apresentou a menor quantidade de hipoclorito de sódio extruído, significativamente diferente dos demais grupos (p < 0,05). Conclusões: o comprimento de trabalho para a instrumentação do canal radicular tem influência direta na quantidade de hipoclorito de sódio extruído apicalmente.

Palavras-chave: Endodontia. Hipoclorito de sódio. Irrigantes do canal radicular. Tratamento do canal radicular.

Como citar: Watanabe BSD, Almeida BVN, Castro RF, Brandão JMS, Silva LJM. Influence of working length on apical extrusion of debris and sodium hypochlorite. Dental Press Endod. 2018 Sept-Dec;8(3):55-60. DOI: https://doi.org/10.14436/2358-2545.8.3.055-060.oar

Monday, May 27, 2019 10:36