Jbcoms

Estudo epidemiológico dos traumatismos faciais em Cacoal, Rondônia

José Leozir Pedroso Júnior, Marco Aurélio Blaz Vasques, Rogério Bonfante Moraes, Carlos Alberto de Arruda Júnior, Diogo Loureiro de Freitas, Rafael Sacchetti

Introdução: a face é uma região que, frequentemente, é alvo de traumatismos das mais variadas etiologias, os quais, quando não identificados e tratados, podem levar a graves sequelas funcionais, emocionais e estéticas. A literatura médica referencia os acidentes de trânsito e a violência urbana como seus principais causadores. Objetivo: levantar o perfil epidemiológico dos traumas de face na região de Cacoal/RO, a qual não apresenta nenhum estudo sobre esse assunto. Métodos: foi realizado um estudo retrospectivo dos prontuários de 414 pacientes com diagnóstico de fratura facial. Foram considerados a idade, o sexo, ossos faciais fraturados, tratamento e a causa do acidente. Resultados: o sexo masculino predominou, com 79,7% dos casos; a faixa etária mais atingida foi a de 18 a 39 anos, com 63,2% dos casos. Os acidentes de trânsito com motocicletas foram o principal responsável pelos traumatismos (51,9%), e o osso mais acometido foi a mandíbula, em 41,48% dos casos. Conclusão: por meio desse estudo, foi possível observar a importância da coleta de dados sobre o perfil epidemiológico da população, e sugere-se uma pesquisa contínua, para dar suporte e orientação às políticas públicas de educação populacional, bem como à prevenção dos traumas, influenciando positivamente na saúde da população.

Palavras-chave: Epidemiologia. Traumatologia. Fraturas ósseas. Cirurgia bucal.

Como citar: Pedroso Júnior JL, Vasques MAB, Moraes RB, Arruda Júnior CA, Freitas DL, Sacchetti R. Epidemiological study of facial injuries in Cacoal/RO, Brazil. J Braz Coll Oral Maxillofac Surg. 2019 May-Aug;5(2):30-5. DOI: https://doi.org/10.14436/2358-2782.5.2.030-035.oar

Thursday, October 17, 2019 12:08