Rcodp

Mapas conceituais das medidas cefalométricas Padrão USP. Parte 1: perfil esquelético, relação das bases apicais e padrão do esqueleto cefálico

Rodrigo Castellazzi Sella, Wagner José Silva Ursi, Karina Fancio Sella

A cefalometria radiográfica constitui um elemento auxiliar do diagnóstico, necessário para elaboração do planejamento e do plano de tratamento ortopédico e/ou ortodôntico. A análise cefalométrica da Universidade de São Paulo (USP) combinou medidas angulares e lineares de autores como William B. Downs, Richard A. Riedel, Cecil C. Steiner, Reed A. Holdaway e Sebastião Interlandi, com o objetivo de proporcionar ao clínico informações concernentes ao perfil esquelético e relação das bases apicais, padrão do esqueleto cefálico, arcadas dentárias e bases apicais e, por fim, ao comportamento morfodiferencial do incisivo inferior com relação às bases apicais e ao padrão do perfil mole. Esse artigo, segmentado em duas partes e baseado na apostila de cefalometria desenvolvida pela USP – Bauru, visa apresentar mapas conceituais de certas medidas cefalométricas, com o objetivo de facilitar a interpretação de tais medidas e discutir como variações anatômicas na sela túrcica e na sutura frontonasal podem influenciar o valor numérico, induzindo a um diagnóstico errôneo, quando baseado exclusivamente nos números ditados pela cefalometria. A Parte I apresenta os mapas conceituais das medidas que envolvem o perfil esquelético, a relação das bases apicais e o padrão do esqueleto cefálico, e a influência das variações anatômicas da sela túrcica e da sutura frontonasal sobre os valores dessas medidas.

Palavras-chave: Cefalometria. Variação anatômica. Radiografia.

Como citar: Sella RC, Ursi WJS, Sella KF. Mapas conceituais das medidas cefalométricas Padrão USP. Parte 1: perfil esquelético, relação das bases apicais e padrão do esqueleto cefálico. Rev Clín Ortod Dental Press. 2019 Jun-Jul;18(3):118-45. DOI: https://doi.org/10.14436/1676-6849.18.3.118-145.art

Thursday, December 12, 2019 10:07